Conheça seus deveres e direitos na saúde Veja nossos artigos e notícias Esclareça suas dúvidas mais freqüentes Fale Conosco
Voltar à página principal
O Instituto
Apresentação
Assessoria
Objetivos
Publicações
Sede


Artigos e Notícias

 

TRAJETÓRIAPerguntas formuladas por Dale Carnegie -  1ª. Qual é o problema? -. Qual a causa do problema? – . Quais as soluções possíveis? – . Qual a melhor solução? - cf. Dale Carnegie, Como Evitar Preocupações e Começar a Viver, SP : Companhia Editora Nacional, 2.003, p. 84.
As respostas de Beatriz de Andrade Zorowich para o problema dasaúde estão relacionadas nas obras a seguir. Em 1.987 – Médicos Estado e Sociedade. 2ªEm 1.995 – Soluções para o Problema da Saúde no Brasil. 3ª Em 1997 – SUS e os Pagamentos Complementares Privados. Em 2.002 – Deveres e Direitos do Prestador e do Consumidor de Serviços de Saúde. Em 2006 — Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde e Em 2016Técnica de Formação do Patrimônio Financeiro Privado para a Saúde Suplementar.

 

Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
2016 - Técnica de Formação do Patrimônio Financeiro Privado para a Saúde Suplementar
 

Depois de trinta anos de estudos, neste sexto livro a Autora conclui de forma precisa e definitiva, de como o Poder Público deve rever o tamanho do SUS, dividindo corretamente os pagamentos e o trabalho das consultas, tratamentos e dos procedimentos médico-hospitalares com o setor privado liberal autônomo.

Este livro é impactante, sendo uma verdadeira pá-de- cal na matéria enfocada!

Baixe esse livro em PDF
   
Baixe a Certidão do Registro de Direitos Autorais em PDF
   
Estudo sobre a Saúde Pública feito para o IDEMEDS - Instituto Brasileiro Defesa dos médicos, dentistas e Sociedade
2009 - Estudo sobre a Saúde Pública feito para o IDEMEDS - Instituto Brasileiro Defesa dos médicos, dentistas e Sociedade.
 

Por livre escolha dos trabalhadores a Saúde Pública pode ser recebida, nas formas: isolada e/ou conjunta, mas tem sido exercida com reserva dos mercados: ambulatorial e médico-hospitalar; fato que ocasiona discriminações profissionais e sociais.

Este estudo foi enviado às autoridades brasileiras e foi posto na internet pelo STF e foi enviado em inglês para o presidente Barack Obama, que enviou carta de agradecimento e também o pôs na internet.

Baixe esse artigo em Português

Download this article in English

   
Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
2006 - Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
 

Foi proposta uma 3ª opção para plano de saúde com autogestão familiar.
 Ninguém faz um plano de saúde particular para perder a universalidade devida pelo SUS; por isso esse programa de Previdência Complementar é moderno e deverá ser socializado pelo Governo com os recursos e serviços integrais da Saúde Pública segurada e pré-paga pela coletividade. Esse Fundo de Saúde tem as mesmas fontes de financiamento dos demais planos de saúde privados que existem. Pela lógica as empresas públicas ou privadas e as pessoas fa-lo-ão em benefício da  capitalização e da autogestão familiar e dos direitos dos prestadores e dos consumidores de serviços de saúde de exercerem a livre iniciativa e a livre concorrência.

A revisão foi feita pelo Diretor Jurídico do IDEMEDS, advogado Jorge Henrique Ribeiro Galasso.

Baixe esse livro em PDF
   
Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
2002 - Deveres e Direitos do Prestador e do Consumidor de Serviços de Saúde
 

Este livro contém a análise da Constituição / 88 e da Legislação federal. Os usuários de serviços de saúde cumprem seus deveres quanto ao pré-pagamento igual e compulsório do seguro que garante a Saúde Pública, porém o governo nega, a 80% dos trabalhadores, eqüidade nos direitos de cidadania à Saúde Pública conjunta através do ideológico SUS. Apenas 20% dos trabalhadores são privilegiados, como se tivessem mais direitos do que os outros 80% que ficam discriminados pelo Poder Público. Eliminar a livre escolha e a livre concorrência anula prerrogativas profissionais e induz à escravização na área da saúde.  

A revisão foi feita pelo Diretor Jurídico do IDEMEDS, advogado Jorge Henrique Ribeiro Galasso.

Baixe esse livro em PDF
   
Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
1997 - Sistema Único de Saúde e os Pagamentos Complementares Privados
 

Desde que seja executada nos hospitais privados, a Saúde Pública médico-hospitalar pode ser somada com  pagamentos privados para ser personalizada. Os serviços da Saúde Pública devem ser oferecidos como os da Justiça Pública dativa e particular que são disponíveis aos clientes dos advogados. Direitos dos  consumidores ao setor privado liberal autônomo,  são constitucionais e confirmados para a seguridade social individual e coletiva nos artigos 193; 194; 195; 196; 197; 198; 199; 200, 201 da Constituição Federal.

Baixe esse livro em PDF

   
Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
1995 - Soluções para o Problema da Saúde no Brasil
 

Pagar serviços privados dentro de um órgão estatal significa pagamento “por fora”. Somente no setor privado os serviços públicos terceirizados podem ser complementados, por livre escolha. Os únicos serviços particulares são: personalização profissional e diferença de hotelaria que devem ser solicitados na livre concorrência. É preciso que sejam eliminadas as discriminações impostas aos profissionais de saúde, no período do governo militar; elas continuam sendo mantidas e “aprimoradas” pelo SUS.

Baixe esse livro em PDF

   
Fundo Privado de Previdência Complementar para a Saúde
1987 - Médicos, Estado e Sociedade
 

No Brasil, os serviços dos profissionais de saúde têm sido aviltados, tanto na estruturação como em na remuneração. O erário público é espoliado e não se obtêm resultados de eqüidade.
Nossos médicos têm que atender a preço vil, não só a população carente, mas quase todos os doentes do país. A maioria dos pacientes enfrenta filas desumanas na Saúde Pública executada para o Estado. À época foi sugerida uma poupança em benefício das famílias para cobrir os preços da saúde particular.

Baixe esse livro em PDF